Deprecated: mysql_pconnect(): The mysql extension is deprecated and will be removed in the future: use mysqli or PDO instead in /home/portuga2/public_html/connections/config.php on line 27
Este é lado mais selvagem de Portugal, segundo o “The Guardian”
 
 

Explorar experiências:

Regiões







Destinos







Temas












Este é lado mais selvagem de Portugal, segundo o “The Guardian”

Este é lado mais selvagem de Portugal, segundo o “The Guardian”

O que têm em comum o Gerês, a Costa Azul de Setúbal e o sul do Alentejo? Fazem parte do itinerário que o jornal britânico fez para visitar o nosso País.

Quando se pergunta a um turista porque visita Portugal nunca falham as pessoas, a gastronomia e o clima. Já sabemos, somos espetaculares. Porém a maioria dos visitantes ficam-se por Lisboa (10 milhões de dormidas), Porto (6,8 milhões de dormidas) e Algarve (18,1 milhões de dormidas). O jornal britânico”The Guardian” quer acabar com isso e levar turistas para os locais menos explorados do País. Pelo menos para eles. A solução foi publicar um guia de descoberta do suposto lado mais selvagem de Portugal com três itinerários diferentes, onde pode fugir das cidades e nadar em piscinas naturais ou passear pelas montanhas.

No artigo sugerem conhecer a zona entre a Serra da Peneda-Gerês e o Soajo, a Costa Azul de Setúbal e também a zona norte de Faro, entre Almodôvar e o sul do Alentejo. O artigo é assinado por Edwina Pitcher, britânica natural de Londres que vive em Lisboa e autora do Wild Guide Portugal.

Estes itinerários são pensados para passar um fim de semana a descansar e a passear. Uma das razões para escolher estas três zonas deve-se também à proximidade que estão dos três aeroportos principais do país. Nos roteiros não faltam até sugestões de restaurantes e alojamento.

Serra da Peneda-Gerês/Soajo
A zona da montanha mais a norte de Portugal é escolhida pela natureza e pelos animais que passeiam pelo Gerês. A autora fala da floresta inabitada, ou melhor, habitada por veados, lobos ibéricos e póneis selvagens (sim, póneis selvagens). E claro, das “vistas de tirar a respiração”.

O Soajo é escolhido pelos espigueiros e pelo Lago do Poço Negro, que surge no fim de uma cascata no Rio Adrão, para onde se pode mergulhar de uma corda pendurada numa árvore, ao melhor estilo Tom Sawyer no Mississipi. As ruínas do Castelo Lindoso e as cabras que o rodeiam, bem como os percursos pedestre que levam às gravuras rupestres do Penedo do Encanto, também são recomendados. Os passeios continuam pelo Mosteiro de Ermelo, pela aldeia de Froufe e as cascatas e lagos do Gerês.

Costa Azul de Setúbal
A recomendação de passeio por esta zona deve-se ao “mar turquesa e esmeralda” de Setúbal e a tudo o que se pode encontrar por lá. Começa por conhecer o Portinho da Arrábida, que surge com as praias brancas, depois da floresta de pinheiro e se possível a Pedra da Anixa, uma pequena ilha onde se pode chegar a nado ou de canoa.

A autora recomenda também conhecer a Lapa de Santa Margarida, uma gruta perto do mar que tem um altar de pescadores, do século XVII, adornado com velas, flores, moedas e conchas. E claro que nesta zona, não podia faltar o passeio pelo Cabo Espichel, onde se pode conhecer o Farol. Naquela zona, conta Edwina, existem pegadas de dinossauro, que terão 145 milhões de anos. Quanto a praias, a autora diz que a sua favorita é a Praia da Baleeira, bem escondida, e “perfeita para skinny dip” que é como quem diz, tomar banho de mar completamente nua.

O passeio por Setúbal não podia acabar sem o famoso choco frito e sem conhecer Tróia, um antigo porto de pesca romano, onde ainda é possível ver onde se salgava o peixe.

Almodôvar e o sul do Alentejo
Em Almodôvar, pode começar por aproveitar e nadar no Pego da Cascalheira, uma piscina larga e profunda, criada por uma queda de água. Nesta zona pode conhecer o Castro da Cola, uma necrópole da era do bronze ou a Anta das Pias que está numa zona perfeita para ver o pôr-do-sol no rio Guadiana, diz a autora.

No Parque Natural do Guadiana, é recomendado um mergulho no Pulo do Lobo, a maior cascata do sul de Portugal, com mais de 20 metros de altura, e que até já foi protagonista da saga literária infanto juvenil “Uma Aventura”. Perto de Castro Verde, fica a a capela de São Pedro das Cabeças onde se pode imaginar como terá sido a Batalha de Ourique, que ali decorreu em 1139.

Veja aqui o artigo em inglês. 

 

Fonte: NIT

Testemunhos

"Obrigada por todo o profissionalismo e conhecimento da terra natal, isso para nós foi ótimo, porque o atendimento de vocês superou as minhas expectativas. Continuem com este serviço personalizado de qualidade. Sucesso, vocês merecem."

Laura e Camille, São Paulo, 2016-08-08

"Quero agradecer à Portugal B'side pela excelente organização da minha viagem a Portugal, foram momentos inesquecíveis. Muita coisa para ver e fazer, paisagens lindíssimas, para não falar na excelente gastronomia e no clima. Um beijinho muito especial de obrigado por toda a dedicação."

Sergio e Aline, Rio de Janeiro, 2016-07-25